Scroll Top

Abra a sua própria loja online e ganhe dinheiro em casa

Ter uma loja online é um dos métodos mais fáceis de abrir um negócio próprio. Sem se preocupar com toda a burocracia e gastos de uma empresa real, você pode investir pouco e utilizar plataformas de fácil entendimento para colocar a sua loja à disposição do público. Além disso, sistemas como o Paypal e o Pagseguro oferecem maneiras fáceis de oferecer método de pagamento seguro aos clientes.

Com todas as facilidades, o desafio maior será organizar a sua loja. É preciso pensar no que vender, nos preços a colocar, como enviar os produtos aos clientes e etc. O marketing da loja também deve ser bem elaborado, pois você vai precisar de um nome, de um slogan e pelo menos uma imagem intuitiva.

Outro desafio também será a divulgação, mas esse problema poderá ser resolvido de acordo com o produto escolhido. Você pode conseguir parceiros para divulgar a sua loja em outros sites, ou procurar grupos e comunidades em redes sociais de pessoas que possam se interessar pelos produtos. Criar uma página no Facebook para divulgar os produtos novos também é uma excelente ideia.

loja online

loja online

Tipos de plataformas

Há muitos sites que oferecem sistemas de E-commerce para que os usuários possam colocar lojas online no ar com muita facilidade. É possível fazer isso de forma gratuita, mas só os planos pagos oferecem o que você realmente necessita para o crescimento do negócio. Além disso, os planos pagos contam com mais opções de assistência e personalização fácil do seu negócio.

Veja cada um dos tipos:

  • Gratuitos: Os planos gratuitos apresentam limites de itens que podem ser disponibilizados na loja, além de não permitir muita personalização no design do seu negócio. Vale a pena investir nesse método no início para fazer um teste e ver a sua loja no ar. Porém, você será obrigado a partir para um plano pago caso deseje que o negócio cresça.
  • Código fonte livre: A opção de código livre, oferecido por algumas plataformas, permite que você personalize mais o seu negócio online de forma gratuita. No entanto, essa opção exige conhecimento de programação, o que você poderá fazer sozinho se souber ou terá que contratar um profissional para fazer por você. Nesse caso, o preço pode sair mais caro que o serviço pago e talvez não valha a pena.
  • Pagos: Os planos pagos são divididos em categorias, dos mais baratos aos mais caros. Quanto mais caro for mais vantagens o usuário terá, como a possibilidade de adicionar itens de forma ilimitada e mexer livremente no design da loja. Os pagamentos dos planos podem ser mensais, trimestrais ou até mesmo anuais, depende da plataforma de E-commerce escolhida.

O que vender?

O que vender pode ser a grande dúvida no começo, porém, é possível que você resolva esse problema com um pouco de criatividade. Se você faz algo manual, como artesanato, por exemplo, é possível colocar as suas confecções à venda. Outras opções é vender produtos de revenda ou serviços online. Você pode vender E-books criados por outros usuários, por exemplo, e ficar com uma porcentagem de cada venda.

Sua Ideia de Negócio É Lucrativa?
Saiba quais são as 4 perguntas poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais... PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.