Scroll Top

Como montar Gráfica

Criar o próprio negócio não é algo muito fácil de fazer. Na verdade, o caminho tende a ser muito mais difícil do que aquele que imaginamos a princípio. Isso acontece principalmente por conta da parte burocrática e organizacional, com a qual a maioria das pessoas nem se preocupa tanto assim. Por isso, se você está de olho no caminho do empreendedorismo e pretende montar seu próprio negócio, melhor saber desde o começo que precisará de umas boas doses de aprendizado e um bom número de conselhos de quem quer que esteja disposto a lhe ajudar.

Mas essa é apenas uma introdução para qualquer um que pretenda abrir qualquer tipo de negócios. Se você está aqui agora muito provavelmente já está disposto a seguir esse caminho e, mais do que isso, já sabe o que vai fazer: montar gráfica e ver o quão bem-sucedido conseguirá ser nessa empreitada. E, nesse caso, temos alguns conselhos para facilitar o seu caminho.

Montar gráfica a partir do zero

A primeira coisa importante é que para montar gráfica é preciso ter um pouco de conhecimento prévio nos tipos de trabalhos que ela pode fazer. Pode até não parecer, mas a verdade é que existem muitos tipos diferentes de gráficas e cada uma delas é especializada em um tipo específico de impressão. Entre os principais modelos disponíveis, temos à disposição:

• Gráfica digital – essa é a gráfica onde imprimimos pequenas quantidades de materiais em papel em formatos que chegam até o A3. É nesse tipo de gráfica que imprimimos cartões de visita, adesivos de papel, cardápios e coisas do tipo. Montar uma gráfica desse tipo tende a ser um pouco mais em conta, já que o maquinário é um pouco mais barato e pequenos trabalhos podem ser feitos nela. Essas gráficas se dão muito bem perto de universidades e escolas, onde trabalhos precisam ser impressos com frequência.

• Gráfica offset – Semelhante à gráfica digital, ela também faz impressões em papel. A diferença é que aqui são realizadas impressões em grandes quantidades. Folders de empreendimentos, catálogos de vendas e outros materiais que precisam de um acabamento mais refinado e uma qualidade melhor de impressão, normalmente optam por esse tipo de impressão. O formato também pode ser maior e a folha para esses casos é chamada 6686 por ter 66×86 cm.

• Gráfica de grandes formatos – esse é o tipo de lugar em que se imprimem banners, lonas de frontlight e outros materiais em grande formato e que precisam ter uma durabilidade maior. Na maioria dos casos, elas são utilizadas em fachadas de lojas, exigindo uma qualidade maior. Para montar uma gráfica de grandes formatos é preciso investir no maquinário e ainda ter mão de obra especializada, pois a instalação desses materiais tende a ser complicada.

Ainda existem outros tipos de impressões feitas por outros tipos de gráficas. Porém, para montar uma gráfica, os passos serão muito parecidos, tendo uma preocupação com equipamento de impressão e mão de obra especializada. E ajuda bastante se você já tiver experiência com esse tipo de produção.

Sua Ideia de Negócio É Lucrativa?
Saiba quais são as 4 perguntas poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais... PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.