Scroll Top

Como montar lanchonete

Montar lanchonete é um dos empreendimentos mais procurados por quem almeja investir em um negócio próprio, já que é uma atividade voltada para o ramo alimentício, área que sempre apresenta uma grande demanda.
Uma das vantagens em montar lanchonete, é que o retorno financeiro, na maioria das vezes, é bastante rápido.
No entanto, antes de dar o passo inicial para essa nova empreitada, o empresário deve ter em mente alguns detalhes que compreendem a localização, o público-alvo, aquisição de alvará, questões básicas de higiene, entre outros detalhes.

Montar lanchonete também implica em ter uma noção sobre o valor investido, uma vez que o empreendedor vai ter levar em conta o número de funcionários, equipamentos, estrutura do local, entre outros aspectos. Por causa disso, não é errado elaborar de forma antecipada uma estratégia de negócios onde são analisadas as contas do investimento nos meses iniciais.
Os gastos básicos estão o aluguel do ponto (caso não seja imóvel próprio), aquisição de produtos e acessórios necessários, campanhas de divulgação de marketing (caso seja necessário).

A localização e os equipamentos para montar lanchonete

Para aqueles que pretendem investir nessa área de alimentos, o ponto de localização é um dos detalhes que deve ser levado em consideração. Nesse aspecto, locais que proporcionam bastante fluxo de clientes, tais como bairros centrais e próximos de universidades compreendem boas alternativas. No entanto, vale destacar que, tão importante quanto o ponto de localização, é saber adaptar o tipo de produto oferecido ao público que circula no local. Para isso, vale efetuar um estudo prévio a respeito dos hábitos de consumo dos consumidores que frequentam as proximidades.

Como montar uma lanchonete dicas do sebrae

Como montar lanchonete

Para montar lanchonete também é preciso pensar no equipamento e toda a ser utilizado. De uma maneira geral, tais equipamentos compreendem freezers, fornos, geladeiras, balcões, chapas, pratos, talheres, panelas, copos e outros elementos imprescindíveis, tais como mesas e cadeiras.
Outro ponto relevante é a escolha dos fornecedores. A qualidade dos seus produtos é o que vai fazer a diferença em um ramo como esse, que apresenta uma ampla concorrência.

Paciência e persistência

Ter paciência e não desanimar é de suma importância para quem quer se estabelecer no mercado. Geralmente os primeiros meses ou anos são os mais sintomáticos, pois é nesse período que o empreendimento ainda navega por mares tumultuados em busca de estabilidade. O ponto de consolidação aparece posteriormente graças a boas medidas e estratégias adotadas.
Se o empresário planejar e guiar a gestão de forma responsável, com certeza irá colher bons frutos. Se por acaso o empreendimento não atender as expectativas, procure ajuda de especialistas, vale buscar o auxílio de gestores especializados no assunto.

A respeito do andamento do negócio, é necessário sempre estar apto a garantir um atendimento de qualidade, garantido assim a fidelidade do cliente. Além do bom atendimento, a comida, nesse caso, deve ser de ótima qualidade.
Servindo bons pratos aliados a um atendimento impecável, a lanchonete é um investimento que irá gerar o lucro esperado.
Portanto, optar por abrir uma lanchonete ainda é uma alternativa viável de negócio, desde que haja planejamento, controle e a constante busca por melhor qualidade.

Sua Ideia de Negócio É Lucrativa?
Saiba quais são as 4 perguntas poderosas que podem salvar seu negócio antes mesmo dele ser criado. Evite cometer os ERROS COMUNS dos empreendedores de primeira viagem. Saiba mais... PS: No final eu apresento uma ferramenta que pode triplicar suas chances de sucesso com um negócio próprio. Clique aqui!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.